Saturday, October 20, 2007

Chorinho

- Trabalhadeira, ela sorriu e disse, caracterizando a mãe. Minha mãe é trabalhadeira.
E a mãe a ninou, antes de sair pé ante pé enfrentar os ventos e brisas de ares tão bem explorados e conhecidos, embora ironicamente negligenciados.

3 comments:

ovilha said...

o que pode fazer
um coração imprudente
se não fugir um pouquinho
do seu bater descuidado

Barcamor said...

Não sei muito o que comentar... só que te acho tão escritora que tudo o que leio aqui (mesmo coisas que sei de quem são) parece facilmente algo que você escreveu.

Beijos, e inspirações e expirações.

Sydão said...

O retrato da heroína.

De um monte de heroínas.