Saturday, May 22, 2010

quarta ou quinta-feira

na manhã clara, ressonância do sonho e acalanto de fundo, passo por mulheres e homens. destemidos, seguem obstinados o caminho corriqueiro ou excepcional. extraordinariamente, o sol se movimenta ao centro, e, ao centro e avante, também eu continuo, e valseio num assobio.

1 comment:

Jaque de Barros said...

Me lembrou: Dias de Santos e Silva!
Cabe até um trechinho:
"A tarde transcorre calma e quente
Nas ruas, ao sol, fervilha gente
Batalham, como eu, o leite e o pão
Que o gato bebeu e o rato roeu"

[=

Gosto daqui! Nova seguidora haha...
Beijão