Tuesday, February 21, 2006

Um a menos

Acho que foi em algum filme. Ou livro. Sempre que o pai terminava de fazer a barba, ele dizia 'uma a menos'.
Imagina só. A filosofia.
Sempre que acordar, um a menos.
Sempre que for dormir, um a menos.
Sempre que beijar, um a menos.
Sempre que se decepcionar, uma a menos.
Sempre que...
Imagina só.

Nem um fio de cabelo. A mais. Ou a menos.

Nem um choro na madrugada.
Nem uma confusão entre as vidraças do carro em dia de chuva e seus olhos
(é o vidro embaçado!)
Nem uma mão sobre o seu ombro com a força certa pra te manter perto do chão
(eu disse perto. Porque se voa, ah, como se voa ao som dos não-metais)
Nem um 'olá' a mais.

Ou a menos.



(eu, hein!)

14 comments:

li said...

mas o a menos é a mais.
tudo depende do ponto de vista, é como o copo metade cheio ou metade vazio...

Bruno said...

Prefiro pensar "um a mais".

Hug.o said...

um comentário a menos. qtos serão até que eu pare de comentar?

soa como uma ansiedade à morte.

Dani_Owl said...

o.õa
modernismo mórbido?
tô fora...
prefiro desperdiçar "acordares" e "dormires" e beijos e decepções indefinidamente a fazer essa "contagem regresiva"...
sou mais arcadismo: carpe diem ^.^

Stella Polaris said...

Nota: não necessariamente o que eu escrevo sou eu que escrevo. (!)

Eu sabia que a maioria ia levar ao pé da letra, mesmo. Mas tudo bem.

Angel said...

post lindíssimo!

Ainda não sei se pensar assim é uma forma de aproveitar e dar mais valor as coisas ou justamente o contrário.
Só sei que dá medo!

Pronto. Um a menos

:)

Marcus said...

Não dá pra dizer "uma a menos" pra vida. muito menos "uma a mais"
Têm coisas que, sem mais nem menos, não chegam ao fim.
uma

Anonymous said...

Quando era pequeno, minha mãe contava uma estória para eu dormir. Tinha a ver com tratores, um monte, numa rua, mas eu não me lembro de nada do que acontecia. Ela me contou muitas vezes, então não posso dizer que algumas a mais me fariam tê-la na lembrança.

Olhar pro passado é sentir o medo das coisas "eternas" que desaparecem como se nunca tivessem sido reais; e é perceber que viveríamos muito mal lá se tivéssemos a mente de hoje.

Olhar pro futuro é mentir pra si mesmo. Feliz ou triste, o que não veio simplesmente não existe.

O que é que existe?


adoro você.


Barcamor

Helena Sobrenome said...

bom...
Putz.. não sei como vim parar aqui,
soh sei que isso me lembrou o conto "precisão" da musa das musas do meu mundo uma incrivel chamada de lispector,clarice. Isso por si só me bastou pra sorrir.
Obrigadas

mariana said...

um a menos dizia o seu Marciano ao terminar de fazer a barba.

Stella Polaris said...

É, é o Eduardo que existe em mim.

.thiago dantas said...

hey. caralho que foda!
e meio...triste. sei lá. é um jeito meio... "péssimista" d contar a vida. como se fosse uma contagem regressiva, pra no final... bem, pra no final não sobrar nada.
mt mt foda!

ah!!!
então moça, vlw pelo comment... o blog da iris [sociedade alternativa] é demais né?? XD~
=***

dniela said...

genial xuxu
genial !!

nao caso com um genio tb, senao o filhinhu nasce dodoi =/

bjo

lisasmith5305995142 said...

Do you want free porn? Contact my AIM SN 'abunnyinpink' just say 'give me some pics now!'.

No age verification required, totally free! Just send an instant message to AIM screen name "abunnyinpink".

Any message you send is fine!

AIM abuse can be reported here.